Campanhas

Copos transformados em canetas

A Copobras e o Bloko Rosa firmaram uma parceria inédita promovendo uma folia sustentável, pela qual os copos usados na festa de carnaval receberam a destinação correta: a reciclagem. Após esse processo, os resíduos plásticos podem ser transformados em diversos outros produtos como canetas, que serão distribuídas para entidades de Laguna, onde o projeto de logística reversa foi realizado.

Neste ano, o copo fornecido pela Copobras para o Bloko Rosa já possuía o diferencial de ser biodegradável, continuando a ser 100% reciclável. A busca por práticas sustentáveis, fez com que a parceria entre a empresa e o bloco fosse ampliada, norteando a execução do projeto de logística reversa. Além disso, os foliões receberam botons com a frase “Festa rosa, atitude verde” para comunicar o projeto e conscientizá-los sobre o descarte correto.

“Investimos em inovação sempre norteados pela nossa responsabilidade ambiental. O plástico simplificou a vida moderna, trouxe praticidade para o dia a dia das pessoas, minimizou drasticamente a propagação de doenças contagiosas. O plástico é uma solução revolucionária e não um problema. A questão é o descarte incorreto, e para mudar esse cenário investimos em conscientização por meio de alguns projetos de logística reversa, como essa parceria com o Bloko Rosa”, explica o presidente do Grupo Copobras, Mário Schlickmann.

A proposta de implantação do projeto foi prontamente aceita pelo idealizador e proprietário do Bloko Rosa. “Além de utilizar os copos biodegradáveis, senti que precisava ir além. Os anseios da Copobras estavam em sintonia com os meus e conseguimos concretizar essa iniciativa de uma folia sustentável em Laguna, cidade anfitriã do maior carnaval do Sul do país”, comemora Renato Braz.

Mostrando uma das possibilidades de aplicação do produto pós-consumo, a Copobras e o Bloko Rosa vão distribuir canetas confeccionadas com copos recicláveis para entidades de Laguna. “Esse é apenas um exemplo, entre outros tantos em que o copo reciclável pode se transformar. Estamos mostrando que o que alguns chamam de lixo, na verdade é um subproduto. E vamos investir cada vez mais em iniciativas que conscientizem a população”, afirma Schlickmann.

As canetas foram doadas para duas instituições de Laguna: APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e ACUSTRA (Associação Cultural, Social e Terapêutica da Região da Amurel).

Sustentabilidade

Downloads

© Grupo Copobras. Todos os Direitos Reservados